Pular para o conteúdo principal

Lua Cheia em Gêmeos - 12/12/2019 a última do ano


A última Lua Nova em Gêmeos ocorreu em 3 de junho deste ano de 2019. Época de plantar sementes, foi quando nasceram as esperanças, planos, sonhos ou apenas o sussurro de uma ideia. Agora, seis meses depois, pode-se ver tudo isso em outro ângulo e de forma mais aberta e nítida.

Gêmeos como signo de ar, indica a dificuldade de pensar em um plano concreto, pois se distrai facilmente. Com essa última Lua Cheia do ano, que acontece hoje 12/12, para melhorar a capacidade de pensar de forma lúcida e fazer escolhas positivas é preciso praticar disciplina e foco.

As luas cheias costumam trazer para a consciência coisas que orbitam no emocional, revelando oportunidades e tendências que estavam ocultas. Com isso é possível notar que mais opções estão disponíveis, seja qual for a natureza, boa ou não. Na verdade elas estiveram lá o tempo todo, mas somente agora torna-se viável olhar para o lado positivo para ajudar a enxergar.

O regente de Gêmeos que é Mercúrio, está em Sagitário, convidando a refletir sobre o que foi aprendido em sua jornada até agora, mas também meditar sobre a busca da sabedoria, como aprender com os próprios erros, para não repeti-los.

Paz e luz
Au Víudes

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Lua em conjunção com Lilith - emoções sombrias

De modo geral enquanto a Lua se une à Lilith no céu, é o momento de voltar "para casa" ou "voltar às raízes" a fim de encontrar a paz interior. Trata-se de uma jornada ao seu Eu interno e é o que precisa ser feito para encontrar suas qualidades esclarecedoras. O veiculo de condução para se chegar a isso é a família, os laços familiares, as emoções e/ou a maternidade. Dependendo do caso pode ser uma viagem pessoal assustadora (especialmente nesta fase em que Marte e Plutão também estão em conjunção), pois ela desperta sentimentos como raiva, arrependimento, repulsa, frustração e até fascinação. Pode mexer com a "sociedade-máscara", a máscara que tem sido usada para deixar o mundo acreditar que está tudo bem, que se reflete no signo oposto a Câncer – Capricórnio. É possível entrar em contato consigo mesmo através de exercícios de meditação ou imaginação ativa. Sua casa física reflete a morada, a sua alma, por isso cuide muito bem dela nessa época. U

Conjunção Marte Lilith - reações imprevisíveis

Marte está em conjunção com Lilith (Lua Negra) no céu desde abril deste ano e fica até 23 de outubro de 2018.  Essas duas energias juntas predispõe a reações agressivas repentinas consigo mesmo ou com os outros, principalmente se há confirmação no mapa natal. Pode ser um período de dificuldade em controlar a impetuosidade e em reduzir o comportamento agressivo. Mesmo em Aquário que é um signo do elemento ar essa tendência pode emergir, devido à natureza imprevisível do signo. Seria mais ou menos como o predomínio da rebeldia ou inconformismo num estágio agudo, descontrolando os impulsos e deixando vir à tona somente o lado primitivo. Isso é acentuado pelo aspecto de quadratura com Urano, o dispositor de Marte. Para curar esse aspecto sombrio é preciso pensar antes de agir, dando tempo para refletir sobre todos os lados da situação que o leva a não aceitar determinada questão. Aprender a tolerar que cada um encontra-se um patamar de desenvolvimento, inclusive você mesmo. Mu

Céu do momento 13/07 - Marte conjunção Quíron

O princípio da motivação, ação e agressividade que todos nós temos e que é representado por Marte, está em aspecto de conjunção com o princípio da cura, Kíron. A conjunção termina dia 29/07/2020. Essa conjunção ocorre em média durante 4 anos no mesmo signo. Estamos na primeira conjunção de Marte e Kíron em Áries, que dura aproximadamente 21 dias, caso Marte não esteja retrógrado. A cada dois anos essa configuração se apresentará de formas diferentes, indicando "saídas" novas para a mesma proposta nesse processo de desenvolvimento psicoespiritual. E daqui a 50 anos esse aspecto ocorrerá em Áries novamente. Estamos diante de uma promessa para nossa "iniciação", percorrendo um caminho de cura que envolve lidar com nossos instintos, raiva, hostilidade, ações primitivas etc. Aqui o objetivo é curar essa condição rudimentar. Na verdade se trata de um desenvolvimento gradativo, que induz a busca pela cura. A fim de se alinhar com esse objetivo você pode s